Blog


Locador, locatário e fiador: saiba a diferença

Publicado em 20 de Agosto de 2020 às 02:57 AM

Ao iniciar a busca por um imóvel, se você não tiver experiência, pode ter que lidar com diversos termos aos quais não está acostumado em seu dia a dia. E em meio a tantos detalhes e questões para resolver, algum deles pode gerar confusão e causar preocupação.

 

Como organizar seu home office e deixar o trabalho mais produtivo

 

Por isso, nesta semana, decidimos explicar o que significam os termos locador, locatário e fiador, que você vai se deparar ao procurar um local para morar.

 

Locador:

É o proprietário, ou representante legal, de um imóvel, que cede o direito de uso através de um contrato de locação em troca do recebimento do aluguel. Também conhecido como senhorio.

 

Pode ser representado por mais de uma pessoa em caso de imóveis familiares, ou por uma empresa.

 

Locatário:

É aquele quem aluga determinado imóvel através de um contrato de locação. Também conhecido como inquilino.

 

Com o início da vigência do contrato, fica responsável pelo pagamento do aluguel, além do IPTU e de outras taxas, quando aplicáveis.

 

Em muitos casos, é pedido que o locatário possua um fiador.

 

Fiador:

É a pessoa, organização ou valor que serve de garantia de pagamento, caso o locatário tenha problemas em cumprir as obrigações financeiras do contrato. Ele precisa ser citado no contrato de locação.

 

Principais tipos:

- Pessoa física que possua imóvel registrado em seu nome, este fica como garantia de pagamento;

- Valor financeiro utilizado como caução, depositado para o locador e devolvido ao fim do contrato, caso não haja problemas envolvendo pagamento ou com o imóvel;

- Seguro fiança contratado em uma seguradora ou banco;

Voltar